Conheça os riscos do HIIT, o Aeróbio de Alta Intensidade

Por Dicas de Treino

-1 de novembro de 2017

Treinamento de Alta Intensidade Intervalado, conhecidos como HIIT. O nome é grande, assim como os benefícios, mas os riscos do HIIT também existem, e é sobre eles que iremos falar neste post.

Segunda pesquisa realizada pelo Colégio Americano de Medicina Esportiva, o HIIT foi um dos exercícios preferidos dos praticantes de atividades físicas para 2018.

O ponto forte desse tipo de treino é uma intensa carga de exercícios aeróbios sendo realizada em um pequeno espaço de tempo. É treino duro e puxado, seguido por momentos de descanso e mais exercício duro e puxado.

É uma combinação de exercícios realizado com força e explosão, no qual o treino tem uma duração máxima de 15 a 20 minutos e as sessões duram de segundos a minutos.

 Mitos e verdades sobre os benefícios e riscos do HIIT

Existem muitos mitos sobre esse tipo de exercício, sobre os seus benefícios e também sobre os riscos do HIIT.

Uma verdade universal é o perigo da prática sem conhecimento e auxílio de um profissional adequado.

Quando comparado a exercícios de treinamento contínuo e de intensidade moderada, o HIIT é mais eficiente, impacta mais positivamente a saúde cardiometabólica e é muito eficiente para queima de gordura corporal.

Durante sua execução, objetiva-se obter a máxima intensidade do seu sistema cardiorrespiratório, metabólico e da velocidade de execução, aumentando a quantidade de adrenalina no seu organismo e promovendo também queima de gordura.

Por outro lado, ele não é uma ferramenta para ganho de massa muscular.

A intensidade do exercício, juntamente com as “paradas abruptas” durante sua execução, exigem muito do seu sistema cardiovascular, respiratório e musculoesquelético.

São dois lados de uma mesma moeda.

Existem os riscos tanto de ocorrer lesões musculares e articulares como de paradas cardiorrespiratórias e sobrecarga de exercício.

Isso é bem verdade para determinadas populações que desejam perder peso rápido, e acabam não levando em consideração a individualidade de cada um para execução dos exercícios.

 Os estilos e os riscos do HIIT para a sua saúde

Treinar demais com alta intensidade pode ser algo ruim para a saúde devido a sobrecarga de repetição e a exaustão.

Variações importantes precisam ser controladas durante a execução do exercício para minimizar os riscos do HIIT.

Existem alguns estilos, ou níveis, de execução do HIT. Estes, por sua vez estão também relacionados aos riscos à sua saúde.

  • Estilo 2:1– é destinado aos iniciantes. Nele, para cada 2 minutos de exercício moderado a leve você realiza 1 minuto de alta intensidade;
  • Estilo 1:1 – é para aqueles que já estão em um nível intermediário. Nele, para cada 1 minuto de exercício leve a moderado você realiza 1 minuto de alta intensidade; e
  • Estilo 1:2– para os estágios mais avançados de treinamento. Para cara 1 minuto de treino leve ou moderado, você realiza 2 minutos de alta intensidade.

Quanto maior a intensidade e menor o preparo do atleta, tanto maior serão os riscos à sua saúde.

De modo semelhante, quanto maior o peso corporal e intensidade do exercício, maiores serão os riscos.

Na grande maioria das vezes, aqueles que mais tem pressa em perder peso e começar a praticar o HIIT são aqueles com menor preparo físico, e, muitas vezes, com algum problema de saúde que vê na prática do exercício uma melhora de vida.

Indivíduos com problemas cardíacos, diabéticos e obesos, por exemplo, devem ter especial atenção a esses exercícios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *